O que é que os italianos têm?

CulturaEstiloPrazeres
italianos, moda, dicas de viagem para italia, dolce gabanna, dicas de compra, alex cursino, moda sem censura, moda italiana, menswear, blog de moda, blogueiro de moda, fashion blogger, minuto viagem,
 
Se os Estados Unidos são conhecidos pelo ritmo frenético e a França pelo romantismo, podemos muito bem afirmar que a Itália é o país da moda. Berço de grifes, como Versace, Ermenegildo Zegna, Bottega Veneta e Salvatore Ferragamo, o lugar respira tendências e bom gosto. E quem pensa que a paixão por roupas, acessórios e sapatos é coisa só de mulher, está muito enganado: no país de Donatella, os homens são referências de estilo, ousadia e elegância.
Do outro lado do oceano, as ruas são um verdadeiro desfile de homens que sabem o que usar em cada ocasião, coordenando clássicos, como paletóe gravata, com elementos mais modernos. Impecáveis dos pés à cabeça, os italianos não têm medo de ousar e podem muito bem ir ao trabalho com calças diferentes e recortes pouco tradicionais e, ainda assim, continuarem transbordando profissionalismo e seriedade.
 
No inverno, eles saem com maestria dos tradicionais casacos pretos, cinzas e marrons para investir em tonalidades mais vivas, como vermelho, roxo e até amarelo. Para o verão, algumas das estampas que fazem a cabeça dos italianos são as florais e as listradas.
 
 
Para entrar no clima, confira a seguir algumas dicas de lojas para fazer compras na Itália e conheça algumas dicas importantes para todo turista:
Via Condotti: localizada em Roma, a loja é reduto de grifes como Giorgio Armani, Gucci e Yves St. Laurent.
Via Del Corso: famosa rua de compras da capital italiana, a Via Del Corso reúne marcas populares na Itália como Zara, Diesel e Puma.
Fidenza Village Outlet Shopping: localizado em Fidenza, uma pequena cidade na região de Parma, o local faz parte de uma rede de shoppings que tem outlets espalhadas pelo mundo. Entre as marcas que você encontra, estão: Valentino, Dolce&Gabanna, Camper e Saldarini.
 
Tome notas, prepare seu guia turístico, o cartão de crédito e boas compras! A parte boa é que você pode permanecer nos países da Europa por até 90 dias, não é necessário tirar visto. De acordo com a Minuto Seguros, para ir à Itália, é necessário contratar um seguro de assistência de viagem com uma cobertura mínima de 30 mil euros, devido ao que está acordado no Tratado de Schengen (assinado pelos países pertencentes à União Europeia). 
 
Outra coisa de que você precisa é de um comprovante de hospedagem. Não importa se você irá ficar em um hotel ou na casa de alguém, isso é exigido no país! Esse comprovante demonstra que você possui meios financeiros de 65 euros por dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.