O que é moda conceitual e o que é moda comercial

Blog de Moda MasculinaGroomingModa Masculina

Sempre quando rolam as semanas de moda como SPFW, Fashion Rio, London Collection e outras, fazemos nossas atualizações por aqui e mostramos um pouco do que foi desfilado. Nem sempre o que é desfilado agrada aos olhos alheios, que esperam assistir algo usável para seu dia a dia. Já usei em nossas matérias o termo “desfile comercial e conceitual” e prometi que iria explicar melhor qual a diferença entre os dois tipos.

Muitos que viram a imagem acima deve ter se perguntado:

“Como pode um homem usar uma saia com pregas, uma bata com manga três quartos estampada com o cabelo melado e óculos escuros?”

Os desfiles conceituais, são feitos para chamar a atenção de forma que cause choque, não necessariamente com uma roupa que seja usável para o dia a dia – e a preocupação, nesse caso não é mostrar isso- por meio de uma roupa extravagante, de estrutura diferente da usada na moda atual e outras opções “bizarras”. O desfile conceitual ganhou força nos anos 60, onde muitos estilistas se inspiraram na Arte Conceitual, que nada mais é que uma expressão artística, uma ideia, que traz nesse “exagero” o conceito da coleção, da inspiração do criador.

O desfile conceitual é feito apenas pra “chamar atenção”, ao contrário do comercial que apresenta a coleção de modo que quem o assista consiga entender qual corte, cor, material, quais tendências à marca trouxe em suas peças. O desfile comercial nada mais é que o desfile de visuais e produções que já estão prontas para serem usadas do modo na qual foram desfiladas.

Nas semanas de moda do Brasil há uma mistura de ambos os tipos de desfiles, uma roupa usável com um cabelo “esquisito” ou o material que será tendência com um corte diferenciado e outras táticas dos profissionais que estão por trás da produção do desfile para chamar a atenção e, de certa forma, chocar em alguns detalhes, mas mostrar as apostas das marcas.

Claro que há muito para ser explicado por aqui referente a isso, mas para não ficar algo extenso e chato vou exemplificar o que eu falei acima focado na moda masculina.

Osklen Inverno 2014 | Cavalera Inverno 2014 
Vocês conseguem entender o que foi apresentado pela Osklen  (à esquerda) e pela Cavalera (à direita) durante seus desfiles no São Paulo Fashion Week edição de Inverno 2014?

Vamos traduzir de modo simples sem muitas formalidades?
Porque a Osklen trouxe um meião tipo de jogador de futebol com um tênis cano médio e um visual todo largo de uma cor só?
Talvez a combinação não faça muito sentido, mas trouxe em um visual com uma pegada conceitual – simples, a inspiração da coleção de Inverno 2014 da marca, que é o futebol, mostrando também o material e a cor que é a aposta da Osklen para a estação, que é a lã e o vermelho. As apostas não aparecerão necessariamente do mesmo modo nas lojas, pois elas sofrem alterações para atender o público alvo – clientes.

Conseguiu identificar na foto acima duas das tendências que acabamos de falar? Estou me referindo ao vermelho e a lã que vieram em outro estilo de peça com um corte e toque diferente. Claro que aparecem outras tendências e apostas juntas, mas isso você pode conferir clicando na aba MODA e conferindo melhor em nossa cobertura e resumo do desfile da marca.

Já no caso da Cavalera, a inspiração foi diferente e fica fácil de identificar de onde veio. A marca fez uma mistura multicultural do oriente e adaptou de um modo diferente, mesclando as tendências e apostas nas passarelas. No caso da foto que ilustramos acima junto com a da Osklen, você consegue ver que o moletom com capuz é uma aposta que veio com o comprimento e estampa que remetem a ideia/inspiração deles?

Sim pode ter ocorrido – certamente – o exagero no comprimento do moletom, mas a mesma medida foi apresentada novamente com outro material e estampa, que confirma a aposta da marca em peças superiores mais longas.

Claro que esse é um exemplo seco, sem muita informação sobre outras tendências que aparecem nas ilustrações, só pra vocês entenderem de modo simples e fácil. Há outros pontos incomuns do homem comum brasileiro como a sandália que imita a estrutura do coturno, os olhos marcados com maquiagem e por ai vai… Assim como outras tendências como o corte reto que aparece em todas as imagens junto com o esporte.

Resumindo tudo, Moda/Desfile Conceitual é um movimento cultural, uma arte, um modo diferente de mostrar o conceito, ideia e inspirações dos estilistas. Já o comercial tem como objetivo mostrar de forma clara e pronta o que os mesmos querem, sem muita enrolação.

Essa matéria foi mais pra esclarecer dúvidas, mas não fique preocupado se você não conseguiu ver as tendências antes de falarmos, pois é por isso que estamos aqui, pra traduzir a moda pra vocês e ensinar um pouco mais do sabemos sobre o universo da moda e estilo masculino.

Falaremos mais em nosso canal no youtube, clique aqui e acompanhe, se tiver alguma dúvida referente à moda e estilo é só nos contatar no Twitter, Facebook ou no meu email alexcursino@modasemcensura.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.